Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Ye Dabo destaca desenvolvimento de Macau
Quinta, 29/10/2015

O novo comissário do Ministério dos Negócios Estrangeiros da China em Macau destacou o desenvolvimento económico da RAEM desde a transferência de administração e fala mesmo de um “milagre”.

 

Esta tarde, numa recepção na Torre de Macau, Ye Dabo lembrou que o Produto Interno Bruto passou de 47 mil milhões de patacas, em 1999, para 443 mil milhões em 2014. Agora o período é de ajustamento, mas, no entender de Ye Dabo, o Governo mantém estáveis os fundamentos económicos e, por isso, o desenvolvimento é estável.

 

Sobre a China, Ye Dabo trouxe uma mensagem de estabilidade – o crescimento económico está dentro das metas traçadas para o Governo e o futuro é promissor. “O desenvolvimento económico da China tem ainda grande potencial e margem para crescer. Estamos convencidos que, com a gradual implementação do 13º Plano Quinquenal, a economia chinesa vai permanecer robusta e atravessar um período de grande prosperidade como consequência de profundas reformas estruturais e o reforço da transparência ao mais alto nível”, afirmou.

 

Do lado de Macau, Fernando Chui Sai On deu as boas vindas a Ye Dabo. O Chefe do Executivo, sublinhou o trabalho feito pelo Governo em prol do desenvolvimento da economia e para melhorar o nível de vida da população.

 

“Este processo de desenvolvimento deve-se ao forte apoio do Governo Popular Central, assim como, ao papel desempenhado pelo Comissariado do Ministério dos Negócios Estrangeiros”, afirmou Chui Sai On.

 

No discurso de boas-vindas, o Chefe do Executivo disse ainda acreditar que “o Comissariado continuará a apoiar os trabalhos do Governo de Macau com o exterior, dando-nos orientações, à semelhança do que sempre sucedeu no passado, elevando o nível de cooperação das relações internacionais de Macau com os países vizinhos, bem como com os países de língua portuguesa, da ASEAN e da União Europeia”.