Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (quinta-feira)
Quinta, 29/10/2015

O debate de ontem na Assembleia Legislativa, a reversão de quatro terrenos pelo Governo e o caso do sequestro de um empresário de Hong Kong – são alguns dos assuntos em foco nos jornais disponíveis em Macau.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun tem como tema principal da edição de hoje os passes mensais dos parques de estacionamento, que ontem foram alvo de debate na Assembleia Legislativa.

 

O Va Kio prefere realçar na manchete a criação da comissão para o Centro Mundial de Turismo e Lazer.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado a dar conta de uma interpelação oral do deputado Lam Heong Sang, que pretende que o Governo forneça todos os detalhes sobre a habitação pública, da reversão de terrenos ao andamento dos concursos públicos. Outro assunto em foco na manhã informativa da emissora: em reposta ao deputado Chan Meng Kam, os Serviços de Regulação de Telecomunicações garantem que avaliam periodicamente os serviços prestados pelas operadoras do território.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

“Caritas quer casas sociais ‘temporárias’ para idosos”, escreve o Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete. O matutino publica hoje uma entrevista a Manuel Silvério, a propósito dos 10 anos dos Jogos da Ásia Oriental: “Também foram afirmação política de autonomia”.

 

“Faça você mesmo”, lê-se nas parangonas do Hoje Macau, a propósito de os deputados avançarem com projecto de lei sobre assédio sexual. Destaque para uma entrevista a Paulo Bento, treinador de futebol, com o título “Agarrado a Macau”.

 

O Ponto Final ilustra a primeira página com uma fotografia do plenário de ontem na Assembleia Legislativa: “Passes mensais salvaguardados”. Em foco também uma entrevista ao artista plástico da Guiné Bissau Nú Barreto – “Funguli ou a arte contra a indiferença”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily diz nas gordas que a força laboral do sector do jogo se encontra estável. No topo da página, chamada para um texto sobre o fim da concessão por caducidade de quatro terrenos que o Governo pretende agora reaver.

 

As quatro parcelas cuja concessão chegou ao fim são o tema principal do Macau Daily Times que, na fotografia da capa, destaca as novas tendências do comércio em Hong Kong, onde os artigos de luxo estão a perder terreno.

 

O Macau Post Daily ocupa parte da primeira página com uma informação divulgada pela polícia: a delinquência juvenil está a aumentar. Em foco também a Reserva Federal norte-americana.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está a aquisição dos direitos de transmissão da primeira liga chinesa de futebol: a China Sports Media gastou oito mil milhões de yuan para assegurar as transmissões dos jogos nos próximos cinco anos. Noutro título lê-se que um alto responsável da Marinha dos Estados Unidos vai visitar a China na próxima semana, uma deslocação que acontece numa altura em que se vive um clima de tensão entre os dois países.

 

O South China Morning Post dá destaque precisamente ao mais recente conflito sino-americano, ao publicar um texto em que cita especialistas que não acreditam que a tensão vai resultar no corte de relações. A manchete faz-se, no entanto, com outro assunto: as autoridades de Hong Kong e de Taiwan levaram a cabo uma invulgar operação para libertarem um empresário, que foi sequestrado e mantido em cativeiro ao longo de 38 dias.

 

Por último, o Standard, que tem como notícia principal da edição de hoje o sequestro do empresário, com um título-citação na capa: “Pensei que ia morrer”. Ainda sobre este caso, o jornal escreve que se acredita que está em Hong Kong o cabecilha do grupo que levou a cabo o sequestro.