Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (quarta-feira)
Quarta, 28/10/2015

A abertura do Studio City é o tema forte dos jornais de Macau. Em Hong Kong, a imprensa dedica espaço ao episódio de ontem no Mar do Sul da China entre um contratorpedeiro norte-americano e navios de guerra chineses.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun dá grande destaque à inauguração do Studio City, com quase uma página de fotografias e textos. No entanto, o diário reserva espaço para um aparatoso acidente que aconteceu ontem junto do Hotel Lisboa. O condutor, que seguia embriagado, ficou ligeiramente ferido.

 

O Va Kio tem como tema principal da edição um simulacro entre Guangdong, Hong Kong e Macau – foi simulado um choque entre duas embarcações, no maior exercício do género realizado até à data.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta do despacho do Chefe do Executivo que designa os membros da Comissão para a Construção do Centro Mundial de Turismo e Lazer. Em foco ainda vários despachos do secretário para os Transportes e Obras Públicas: em Boletim Oficial, foi declarada a caducidade da concessão de três terrenos na Taipa e uma parcela em Macau.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau explica na manchete que “Associações renovam pedidos para aumentos na Função Pública”. No destaque com imagem, a inauguração do Studio City: “Luzes, câmara, acção!”.

 

O Hoje Macau também dá destaque na manchete às reuniões de Chui Sai On com associações, com o título “Ronda dos sete caminhos”. A inauguração do Studio City está igualmente em grande plano na primeira página do jornal: “Um sonho americano em Macau”.

 

O Ponto Final elege precisamente para tema central da edição o empreendimento da Melco Crown: “Há um novo templo do jogo no Cotai”. O matutino reserva também espaço na capa para a literatura: “O Brasil da rota do divino”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

Em grande plano no Business Daily está a abertura do Studio City. O económico dá ainda conta das sugestões de uma associação de guias turísticos que considera que Hong Kong pode ser um exemplo para Macau para que se evitem abusos com os turistas.

 

O Macau Daily Times também dedica a manchete à inauguração do novo empreendimento da Melco Crown, com um título em que destaca o facto de terem aparecido em Macau estrelas de Hollywood. Outro tema na capa: o sismo no Paquistão e no Afeganistão fez 339 mortos.

 

Já o Macau Post Daily opta por escrever nas gordas que o Governo sugere à Uber que concorra à licença de radiotáxis. Espaço também na primeira página para o novo Governo de Portugal apresentado ontem por Passos Coelho.  

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está o navio de guerra norte-americano que ontem esteve perto das ilhas Spratly, reclamadas por Pequim. Outro assunto em foco: a diplomacia chinesa pede ao Japão que corte claramente com o passado.

 

O South China Morning Post dá destaque também ao facto de a China ter enviado navios de guerra para o local onde ontem se encontrava um contratorpedeiro dos Estados Unidos. O matutino publica também na capa um texto sobre as diferentes reacções ao estudo da Organização Mundial de Saúde sobre o perigo de comer enchidos.

 

Por último, o Standard, que tem como notícia principal da edição de hoje o facto de o Governo ter decidido gerir o túnel que liga Quarry Bay a Cha Kwo Ling. O Eastern Harbour Crossing deixa de estar nas mãos de uma empresa privada em Agosto do próximo ano.