Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Lawrence Ho: Studio City sem salas VIP por opção
Terça, 27/10/2015

O co-presidente da Melco Crown, Lawrence Ho, afirmou hoje que o novo empreendimento da operadora não tem mesas de jogo VIP por opção. O projecto abre portas com 200 mesas de jogo, todas elas destinadas ao mercado de massas.

 

“Afastámo-nos do mercado VIP há muito tempo, penso que somos a segunda operadora menos dependente do jogo VIP entre as seis concessionárias. A contribuição do mercado VIP para o grupo, mesmo antes de o Studio City abrir, era menos de dez por cento. Foi uma decisão de gestão. Queremos tirar vantagens da localização do Studio City, ao lado da Ponte Flor de Lotus, uma das duas fronteiras entre a China e Macau”, afirmou.

 

Durante uma conferência de imprensa, esta manhã, o empresário afirmou compreender a política do Governo para a alocação de mesas de jogo. Ho admitiu, no entanto, que se a operadora tivesse obtido as 400 mesas que pediu, então, algumas seriam canalizadas para o mercado VIP. Porém, diz, a empresa está “satisfeita” com o número de mesas obtidas.

 

“Temos tido um grande grande apoio do mercado de massas, temos estado a procurar investir no elemento não jogo. Acreditamos fortemente, que esse é o futuro da China, porque é aparecimento da classe média e o crescimento de uma classe de consumidores mais viajada e mais sofisticada”, acrescentou Lawrence Ho.

 

James Packer, também co-presidente da Melco Crown, sublinhou que a operadora está a responder às aspirações do Governo de Macau, que tem solicitado às concessionárias uma maior aposta em elementos não jogo.

 

O empresário australiano mostrou-se ainda confiante no futuro. “Acreditamos no Governo chinês. Se me pedirem uma boa definição de um bom governo, eu diria que é o que se preocupa com a vida da população e, nessa base, o Goveno chinês está a fazer um bom trabalho. Talvez melhor do que outro governo no mundo. Por isso, acredito que o Governo chinês vai continuar a governar bem o país. E foi essa a nossa aposta, porque construímos a pensar no longo prazo”, afirmou James Packer.

 

Lawrence Ho também se mostra esperançado no futuro, realçando que as novas infra-estruturas, como a ponte Macau-Zhuhai–Hong Kong, o metro ligeiro e o novo terminal marítimo do Pac On, vão ajudar a trazer mais gente para o território. “Penso que Macau pode acomodar mais de 31 milhões de turistas”, defende Ho. 

 

O Studio City conta com um centro comercial, um roda gigante em forma de oito e ainda duas torres dedicadas a hotéis, com 1600 quartos. O empreendimento tem ainda com um centro de convenções, um parque com um simulador de voo 4D dedicado ao personagem de animação Batman e uma zona subordinada à Warner Bros.

 

Hoje, para a abertura do Studio City, estiveram em Macau Leonardo DiCaprio e Robert De Niro, dois dos protagonistas do filme “The Audition”. Trata-se de uma curta-metragem, publicitária, assinada por Martin Scorsese, que contou também com a participação de Brad Pitt.