Em destaque

18 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20602 patacas e 1.1314 dólares norte-americanos.

Chui Sai Peng: Projecto de indústrias culturais sem “alma”
Segunda, 26/10/2015

Chui Sai Peng mostrou-se preocupado e desiludido com o andamento do Parque das Indústrias Criativas, um projecto do qual o deputado é um dos autores. Trata-se de um plano traçado ainda em 2000 e que tem por núcleo o Bairro de São Lázaro.

 

Todavia, passados 15 anos, Chui Sai Peng diz que o projecto de indústrias culturais e criativas “não tem alma”.

 

Numa intervenção na Assembleia Legislativa, no período antes da ordem do dia, o deputado afirmou que “até agora, apesar de ser a espinha dorsal do planeamento, ainda não se vê nenhum avanço da zona pedonal, fazendo com que o projecto para o desenvolvimento das indústrias culturais e criativas não tenha ‘alma’, apesar da existência da infra-estrutura. Isto é realmente preocupante e lamentável, sobretudo nesta fase crítica de restruturação económica. Eu, sendo um dos autores do projecto, quero muito ver a sua conclusão”.

 

O deputado considera que “as indústrias culturais e criativas são uma solução eficaz para remediar os efeitos secundários do jogo”, mas “por diversas limitações, os respectivos operadores apenas têm conseguido realizar feiras provisórias”, ou seja, “têm vindo a deambular, apenas a exercer a actividade como amadores ou, então, como vendilhões”.

 

Assim, “considerando que não existe um local para os interessados se juntarem e realizarem regularmente actividades culturais e criativas, pergunta-se como o sector se vai consolidar e crescer”.