Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Habitação pública: Governo esclarece situação de terrenos
Sábado, 17/10/2015

O Governo tem planos para construir 4600 apartamentos no âmbito da política de habitação pública, fracções que vão ser distribuídas por seis terrenos diferentes. As Obras Públicas vieram hoje dar conta da situação destes terrenos.

 

Um deles fica na Avenida Venceslau de Morais, onde actualmente se encontra construída a Central Térmica, sendo que a Companhia de Electricidade de Macau já deu início às obras de demolição. O projecto para as mil fracções só poderá começar a ser elaborado depois de feita uma avaliação ao impacto ambiental.

 

Para os terrenos situados a leste da piscina olímpica, na Taipa, estão pensados também mil apartamentos – mas, explicam as Obras Públicas, é preciso primeiro relocalizar as instalações do serviço público que ocupa neste momento o local.

 

O maior empreendimento de habitação pública, com dois mil fogos, vai ser construído num terreno situado a oeste do Cotai. Sobre esta parcela, o Governo diz que “há necessidade de tratamento de questões relativas à concessão do terreno”, sem entrar em detalhes sobre as questões em causa.

 

Quanto aos restantes três terrenos – onde vão ser construídos, no total, 600 apartamentos –, ficam na baixa da Taipa, no Iao Hon e na Doca do Lam Mau.