Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

Steve Wynn critica política de atribuição de mesas de jogo
Sexta, 16/10/2015

O presidente da Wynn não poupa críticas ao Governo de Macau no que respeita às políticas para o sector do jogo. Na conferência com analistas por ocasião da apresentação dos resultados do terceiro trimestre da operadora, Steve Wynn diz que algumas políticas do Executivo, nomeadamente a de alocação de mesas de jogo, tornam impossível fazer planos para o futuro.

 

O empresário espera abrir o Wynn Palace, no Cotai, em Março de 2016, mas, diz Steve Wynn, o Governo recusa-se a avançar quantas mesas vai conceder. O exemplo do que está a acontecer é a Melco Crown: abre o Studio City no final do mês mas só na semana passada soube quantas mesas vai obter.

 

Para Steve Wynn, o tecto de crescimento de três por cento ao ano, até 2022, das mesas de jogo é uma medida “irracional” e que teve única razão minar e sabotar a indústria do jogo. O empresário defende, por isso, que o Governo precisa de “intervir e corrigir esta aberração”.

 

O empresário alega que a questão das mesas de jogo tem implicações noutras áreas como a contratação de pessoal: não sabendo quantas mesas vai ter, a empresa não sabe a quantas pessoas deve dar formação.

 

Wynn diz que Macau arrisca-se seriamente a pôr em causa o trabalho realizado na área do bem receber, algo que poderá levar anos a recuperar.