Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Hospital vai investigar caso de documentos espalhados na rua
Terça, 13/10/2015

Documentos com dados sobre utentes do Centro Hospitalar Conde de São Januário (CHCSJ) foram encontrados esta noite na via pública. Os papéis caíram de um camião do lixo, junto ao Colégio Santa Rosa de Lima, na Avenida Rodrigo Rodrigues. O caso foi denunciado nas redes sociais, sendo que há vídeos e várias fotografias sobre o assunto.

 

Os Serviços de Saúde já reagiram ao que aconteceu: confirmam que os papéis contêm informações dos pacientes e explicam que, mal o CHCSJ teve conhecimento da situação, enviou para o local trabalhadores que andaram à procura dos documentos. Numa nota à imprensa, os serviços liderados por Lei Chin Ion garantem que foi recolhida a maioria dos documentos. Ainda assim, e admitindo a “influência negativa” que o caso pode suscitar, pedem desculpa aos visados e apelam a quem encontre documentos na rua que os entregue no hospital.

 

Entretanto, o CHCSJ já recebeu ordens para que seja feita uma investigação interna. Para já, suspeita-se que não foram seguidas as orientações definidas para o tratamento deste tipo de documentação.

 

O canal chinês da Rádio Macau explica que também o Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais está atento ao caso, que está a merecer a preocupação do secretário para os Assuntos Sociais e Cultura. Alexis Tam garantiu esta manhã estar atento à situação.

 

Para as 16h está marcada uma conferência de imprensa sobre o assunto.