Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Caso Luís Amorim conhece novos desenvolvimentos
Quinta, 07/04/2011
Num comunicado enviados aos órgãos de comunicação social, assinado pelos pais e pelo advogado, é revelado que o Ministério Público de Macau entregou à Polícia Judiciária portuguesa uma nova investigação à morte de Luís Amorim. O “Ministério Público de Macau lavou as mãos e entregou a investigação aos pais e à Polícia Judiciária (PJ) de Portugal”, sublinha o comunicado.

Pedro Redinha já requereu ao MP por três vezes a consulta do inquérito “numa tentativa para perceber o que poderia estar por detrás de tão incompreensível despacho”, mas o “silêncio foi a resposta do MP a todos os pedidos”.

Para a família de Luís Amorim a reabertura do inquérito é “apenas destinada a atirar poeira para os olhos da comunidade”. As novas diligências incluiram a inquirição do casal Amorim, análise de informações obtidas no Facebook e o interrogatório de pessoas em Portugal que tenham, através daquela rede social, alegado que sabiam algo sobre o caso. “Findas as diligências, solicita-se à PJ de Portugal que mande, por correspondência, ao MP de Macau o resultado da investigação”, refere o despacho citado no comunicado, que é assinado pelo advogado e pelos pais de Luís Amorim.