Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Mais de 200 pilotos participam no Grande Prémio de Macau
Quinta, 06/10/2011
A edição deste ano do Grande Prémio de Macau vai contar com a participação de 225 concorrentes de 34 países e territórios. Quase seis dezenas de pilotos vão defender as cores de Macau, durante o evento que decorre entre 17 e 20 de Novembro.

Na prova rainha, continuam a marcar presença os melhores pilotos da categoria. Este ano, correm no asfalto da Guia o recém coroado campeão da Fórmula 3 europeia, o espanhol Roberto Merhi, e o vencedor da F3 britânica, o brasileiro Filipe Nasr. Também Valtteri Bottas, vencedor do campeonato de GP3, regressa a Macau. Michael Ho representa a RAEM e de Portugal vem António Félix da Costa.

Nesta edição do Grande Prémio assinalam-se os 40 anos da popular Corrida da Guia. Faltam ainda quatro corridas até as equipas chegarem a Macau mas pode decidir-se aqui o título do campeonato do mundo de carros de turismo da FIA.

Yvan Muller - actual líder e campeão em título do WTCC – e o companheiro de equipa Robert Huff são os favoritos. O piloto de Macau André Couto volta a não falhar a prova. Há mais dois pilotos da RAEM: Felipe C. de Souza e Joseph Rosa-Merszei. Portugal vai estar representado por Tiago Monteiro. Gabriele Tarquini também vai correr na prova, assim como Alain Menu e Tom Coronel.

Nas motos, destaque para Michael Rutter que vai tentar bater o recorde do maior número de vitórias no circuito da Guia (já venceu seis vezes). Michael e William Dunlop, filhos do vencedor de Macau em 1989, Robert Dunlop, são algumas das caras da nova geração de pilotos de motos. João Fernandes e Sou Sio Hong vão ser os pilotos locais em prova.

Novidades ainda na quarta edição da Taça GT Macau. Este ano, realizam-se duas corridas de qualificação e passam a fazer-se 12 voltas. O público vai ter assim mais tempo para ouvir os inconfundíveis rugidos de Aston Martins, Audis, Ferraris, Porches e muitos outros carros de grandes marcas.

Edoardo Mortara, o homem que fez história no ano passado ao tornar-se no primeiro piloto de sempre a vencer duas vezes o Grande Prémio de Macau de F3, vai participar nesta prova. Já a Mclaren, escolheu o circuito da Guia para a estreia asiática do último carro de estrada. Macau vai estar representada na Taça GT por Rudolfo Ávila, Vong Keng Fai, Diana Rosário e Ivo Yiu. Na prova corre ainda o vencedor da classe Le Mans, Daniel Watts. Das bancadas devem ouvir-se mais aplausos este ano. A Comissão do Grande Prémio vai acrescentar 400 lugares ao stand do reservatório.O orçamento está calculado em 140 milhões de patacas.