Em destaque

22 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.20 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Consulado: José Cesário defende melhorias no atendimento
Domingo, 27/09/2015

Vítor Sereno fez um bom trabalho de aproximação do Consulado-geral de Macau à comunidade, mas há aspectos da representação diplomática que precisam de ser melhorados. A ideia é deixada por José Cesário, convidado do programa Rádio Macau Entrevista. O cabeça de lista da coligação PAF defende melhorias no atendimento.

 

“O atendimento do consulado, que já melhorou muito, tem de melhorar ainda mais. Precisamos de fazer ainda mais, no sentido de, tanto quanto possível, personalizar mais o atendimento”, diz. “Há pouco entrei no consulado-geral em Macau e fiquei muito satisfeito por ver já os nossos funcionários com crachá identificativo, com o nome de cada um, a começar pelo cônsul-geral”, acrescenta.

 

Para o ainda secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, “Vítor Sereno fez aqui um trabalho muito importante, muito interessante de aproximação do consulado aos diversos sectores da comunidade”, mas é preciso mais. “Não está em causa só o número de funcionários, está em causa a própria organização do posto”.

 

Sobre Macau, José Cesário vinca que Macau e a China são prioridades de Lisboa. “Houve e há uma política que visa valorizar o Consulado-geral de Macau e a presença portuguesa em Macau, mas também valorizar a presença portuguesa na Grande China. Isto é, para nós, absolutamente fundamental”, destaca, acrescentando que foi graças ao Governo actualmente no poder que foi criado o consulado-geral em Xangai e “está neste momento em criação – já está nomeado o titular – o consulado-geral em Cantão”.

 

José Cesário, convidado do Rádio Macau Entrevista Especial, que foi para o ar hoje, às 12h, um programa que pode ouvir também aqui neste site.