Em destaque

19 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.16 patacas e 1.12 dólares norte-americanos.

Alzira Silva: Dupla nacionalidade não deve ser obstáculo
Sábado, 26/09/2015

A cabeça de lista do Partido Socialista do Círculo de Fora da Europa defende que é preciso alargar o acesso às eleições a candidatos com mais do que uma nacionalidade, uma hipótese que neste momento não é possível e que, aponta Alzira Silva, não é coincidente com o discurso oficial de Lisboa.

 

“É redutor para um discurso que, em Portugal, desde o 25 de Abril, tem sido de incentivo a todas as comunidades espalhadas pelo mundo para que se integrem, adquiram as nacionalidades dos países onde residem. Esta ideia de alargar o exercício da cidadania é uma das nossas propostas imediatas”, explica.

 

Alzira Silva diz ter um programa para o Círculo de Fora da Europa que Alzira Silva “inovador”: pretende alterar o actual modo de votação e trabalhar para a simplificação dos procedimentos administrativos. “Quem vive fora do seu país tem muita dificuldade, por vezes, em aceder às coisas mais simples e que fazem parte da sua ligação a Portugal, sendo cidadãos portugueses”, constata. “O que pretendemos é simplificar esses procedimentos, quer através de serviços consulares tecnologicamente adequados a essa realidade, quer também através dos próprios procedimentos em si, terem alguma simplificação naquilo que é possível. “

 

Alzira Silva é a convidada desta semana do programa Rádio Macau Entrevista, juntamente com Tiago Pereira, também candidato do PS pelo Círculo de Fora da Europa.