Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Quinta-feira)
Quinta, 24/09/2015

Os resultados da Operação Trovoada, Xi Jinping nos Estados Unidos e a criminalidade financeira na China – são os temas que dominam as primeiras páginas dos jornais de hoje.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun escreve sobre os resultados da Operação Trovoada – 11 pessoas foram detidas na China Continental por se suspeitar estarem envolvidas numa rede de prostituição com ligações a Macau.

 

O Va Kio também opta pela operação conjunta entre as polícias de Macau, Hong Kong e Guangdong, mas diz que 39 suspeitos foram detidos – no território e do outro lado da fronteira – por alegadamente pertencerem a duas redes de prostituição.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta de um acidente entre dois motociclos na Taipa, junto ao Macau Jockey Club: um dos condutores desmaiou e teve de ser transportado para o hospital.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau diz nas gordas que “Excursionistas poderão ter subsídio para pernoitar”. Em foco também um dos principais monumentos da cidade: “Residentes revêem-se no Farol da Guia”.

 

“Macau não pede nada a Portugal mas tem muito a oferecer”, lê-se no Hoje Macau, que cita na manchete Alzira Silva, candidata do PS às eleições legislativas e entrevistada da edição desta quinta-feira. Noutro destaque, “Operação Trovoada traz chuva de crimes”.

 

Quanto ao Ponto Final, elege para tema principal da edição a ponte Hong Kong-Macau-Zhuhai: “Areias movediças”. O jornal destaca uma entrevista a Aurelio Porfiri: “Macau ou o elogio da mediocridade”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily faz as contas aos turistas que Macau deve receber na Semana Dourada – prevê-se uma diminuição anul entre os 10 e os 20 por cento. Noutro destaque, “um desenvolvimento surpreendente”: o Studio City decidiu diminuir a classificação do hotel de cinco para quatro estrelas.

 

Quanto ao Macau Daily Times, escreve na manchete sobre a venda ilegal de comida junto aos estaleiros no Cotai. O jornal chama ainda à primeira página um relatório sobre os esquemas financeiros ilegais da China.

 

Já o Macau Post Daily publica hoje duas fotos de encapuzados algemados na capa: são suspeitos de operarem duas redes de prostituição que funcionavam em Macau e em Zhuhai. Foram detidas 39 pessoas. Noutro destaque, as declarações do responsável pelo Turismo na China acerca de 2016, ano em que vai estar em destaque a cooperação com os Estados Unidos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

A visita de Xi Jinping aos Estados Unidos está em foco no China Daily: o Presidente chinês garante que Pequim não vai baixar a taxa de câmbio do yuan para impulsionar as exportações. Outro tema na capa do jornal oficial: a China promete intensificar a luta contra a criminalidade financeira.

 

O South China Morning Post também dá destaque a Xi Jinping, mas opta por analisar o tom escolhido pelo Presidente chinês nesta visita aos Estados Unidos, numa altura crítica para as relações bilaterais. O jornal reserva espaço na capa para a operação transfronteiriça anual das polícias de Hong Kong, Macau e Guangdong, que resultou na detenção de 51 mil pessoas.

 

Por último, o Standard, que tem igualmente como notícia principal da edição de hoje a deslocação de Xi Jinping aos Estados Unidos: o jornal resume a mensagem do Presidente chinês sobre “mais confiança, menos suspeitas”.