Em destaque

21 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.21 patacas e 1.13 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Terça-feira)
Terça, 22/09/2015

O jogo e a necessidade de reforçar a fiscalização do sector, as previsões para este ano, a visita de Xi Jinping aos Estados Unidos – são alguns do temas para ler nos jornais que hoje se publicam.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun traz hoje dois casos de burla: um homem que diz ter sido enganado por uma mulher e que ficou sem 308 mil patacas; e um universitário que também foi alvo de um esquema do género, mas que teve um prejuízo bastante menor, de 600 patacas. O matutino guarda também espaço para as declarações do secretário para a Economia e Finanças, que pretende intensificar a fiscalização do sector do jogo.

 

O Va Kio reproduz as declarações da Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos, que chama a atenção para a necessidade de ser cumprida a lei e reafirma a intenção de intensificar a inspecção do sector do jogo.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a falar da primeira reunião plenária do Conselho para o Desenvolvimento Económico, depois de ter sido reestruturado.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete “Mais espaço e alunos marcam expansão da Universidade de São José”. Outros temas: “Peões mais rápidos do que automóveis em hora de ponta” e “Pequim quer ampliar papel do PCC na reforma de empresas estatais”.

 

“Perigo de contaminação”, lê-se no Hoje Macau, a propósito do caso Dore e do risco de retirada de dinheiro. No destaque com imagem, o Festival Internacional de Música de Macau: “A grande sinfonia”.

 

Quanto ao Ponto Final, elege para tema principal da edição as eleições legislativas: “A cruz em consciência”. O jornal puxa também para a primeira página pelo Hotel Estoril: “Bloqueio minoritário”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

Em foco no Business Daily está o facto de a inflação ter descido pelo quarto mês consecutivo. O económico chama também à primeira página os bons resultados do CEPA.

 

Quanto ao Macau Daily Times, escreve nas gordas sobre as previsões dos analistas dos casinos para a segunda metade do ano. No destaque com imagem, os planos do Governo, que “está focado em atrair mais estudantes do Continente”.

 

Já o Macau Post Daily dedica grande parte da capa às intenções de Lionel Leong acerca das melhorias na supervisão da indústria do jogo. Espaço também na capa para um texto sobre uma perseguição da polícia – “ao estilo de Hollywood” – a um táxi ilegal.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily está hoje a visita de Xi Jinping aos Estados Unidos. O jornal oficial dá ainda conta da abertura de uma linha férrea em Jilin, que chega às fronteiras com a Rússia e com a Coreia do Norte.

 

O South China Morning Post dá também destaque à visita do Presidente chinês aos Estados Unidos: “Todos os olhos postos na economia com Xi a caminho de Seattle”. Noutro texto, uma má notícia para quem tem filhos em idade escolar em Hong Kong: no próximo ano, a Fundação das Escolas Inglesas vai subir as propinas em 22 por cento, uma vez que o Governo vai começar a cortar o subsídio até agora atribuído. As propinas anuais para o primeiro ciclo vão custar 95.700 dólares de Hong Kong.  

 

Por último, o Standard, que tem como notícia principal da edição de hoje o local onde se deverá realizar o jogo de qualificação para o Mundial de Futebol entre Hong Kong e a China, uma partida marcada para o dia 17 de Novembro que não deverá ser disputada no estádio de Hong Kong. Outra notícia em grande plano: o novo exame de acesso que Cambridge pretende introduzir.