Em destaque

18 de Abril de 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9,1616 patacas e 1,1296 dólares norte-americanos.

 

DICJ promete colaborar na investigação ao caso Dore
Sábado, 19/09/2015

A Direcção de Inspecção e Coordenação de Jogos (DICJ) emitiu um comunicado a garantir que vai colaborar com a Polícia Judiciária, na investigação ao desvio de dinheiro da empresa de junkets Dore. Os serviços liderados por Manuel Joaquim das Neves prometem ainda acompanhar o caso “dentro das suas competências”.

 

A DICJ lembra que só as instituições de crédito “regularmente constituídas e autorizadas” podem receber depósitos ou outros fundos reembolsáveis. No entanto, há quem aponte para a existência de “zonas cinzentas” na lei.

 

“Não existe uma regulamentação específica para a colocação de avultadas somas dentro dos casinos. Por outras palavras, há lacunas na lei. As salas de jogo permitem o recebimento de somas, mas não se percebe muito bem a que título”, apontou o deputado José Pereira Coutinho, ontem, durante uma conferência de imprensa que juntou um grupo de investidores da Dore.