Em destaque

14 de Fevereiro 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.1522 patacas e 1.1278 dólares norte-americanos.

Revista de imprensa de Macau e Hong Kong (Sexta-feira)
Sexta, 18/09/2015

Casos de polícia, o futuro do Canídromo, os preparativos para a visita de Xi Jinping aos Estados Unidos – estes são alguns dos temas principais dos jornais disponíveis esta sexta-feira.

 

Jornais de Macau em língua chinesa

 

O Ou Mun ocupa parte da capa com a história de um homem que, na madrugada de ontem, ameaçou um agente alfandegário nas Portas do Cerco com uma pequena arma branca e uma chave de fendas.

 

O Va Kio também destaca o mesmo assunto, mas reserva espaço para a detenção de um indivíduo da Roménia suspeito de ter levantado dinheiro com cartões de crédito falsos.

 

Canal chinês da Rádio Macau

 

A Ou Mun Tin Toi tem estado esta manhã a dar conta da transmissão em directo, a partir do Centro de Ciência de Macau, do programa sobre a comemoração dos 70 anos da vitória da China na Guerra de Resistência contra o Japão. Outro tema em foco na emissora: o deputado Si Ka Lon sugere um mecanismo de atribuição de licenças para espectáculos na rua.

 

Jornais de Macau em língua portuguesa

 

O Jornal Tribuna de Macau escreve na manchete “Chefe deixa ‘pistas’ sobre Canídromo”. No destaque fotográfico, “Sonhos de ‘Bollywood’ com tributo a Michael Jackson” e, no topo da primeira página, “Alunos do IFT à espera de um futuro brilhante no sector do turismo”.

 

O Hoje Macau publica uma entrevista a Rita Santos, conselheira das Comunidades Portuguesas, que diz: “Não fecho a porta a uma candidatura à AL”. Noutros destaques, “TCM – Ecologia e mais de 15 milhões mensais” e “Dore – Somos todos vítimas da contabilista”.

 

Quanto ao Ponto Final, elege Madonna para tema principal da edição: “A primeira vez nunca se esquece”. O português é outro assunto em foco: “Tento na língua”.

 

Porque hoje é sexta-feira, é publicado O Clarim: o semanário católico publica uma entrevista ao novo director do Instituto Ricci. “Mentalidades têm de mudar”, diz Stephan Rothlin acerca da ética de negócios no território. Referência ainda na capa para “Sheldon Adelson ameaçado por grupo terrorista – Sands China não comenta”.

 

Jornais de Macau em língua inglesa

 

O Business Daily cita Pansy Ho na manchete: a co-presidente da MGM China considera que chegou a hora de repensar o desenvolvimento dos negócios ligados ao jogo. O económico dá ainda conta de um estudo sobre os trabalhadores dos casinos, que são agora “mais pró-activos, tolerantes e sorridentes para com os clientes”.

 

Quanto ao Macau Daily Times, explica nas parangonas que os estudantes do território vão assistir a um programa de televisão sobre a derrota do Japão na II Guerra Mundial. O jornal publica ainda um artigo sobe as expectativas de Xi Jinping acerca de “uma troca de ideias profundas” com Obama.

 

Já o Macau Post Daily escreve nas gordas que Chui Sai On quer ouvir a população sobre o destino das corridas de galgos. Espaço também na primeira página para a detenção de um homem da Roménia acusado de utilizar 18 cartões de crédito falsos.

 

Jornais de Hong Kong em língua inglesa

 

Em foco no China Daily estão Xi Jinping e os Estados Unidos. “Presidente destaca harmonia sino-americana”, escreve o jornal oficial na manchete. Há espaço na capa para o Japão e os confrontos físicos que ontem se verificaram no parlamento por causa da polémica lei de segurança nipónica.

 

O South China Morning Post dá destaque à deslocação de Xi Jinping aos Estados Unidos: “Pedido de repatriamento no topo da agenda antes da viagem”, lê-se na manchete. O jornal refere ainda na primeira página que a China começou exercícios navais conjuntos com a Malásia.

 

Por último, o Standard, que tem como notícia principal da edição de hoje a confusão de ontem no parlamento do Japão, com os deputados a envolverem-se em confrontos físicos. Outro assunto em foco, também de âmbito internacional: “Receios de tsunami depois de terramoto ter abalado o Chile”.