Em destaque

20 de Março 2019: às 12h30, o BNU negociava 1 euro por 9.2173 patacas e 1.1350 dólares norte-americanos.

Dore: Denúncias sobem e ascendem a 339 milhões
Quarta, 16/09/2015

A Polícia Judiciária (PJ) adianta à Rádio Macau que já recebeu 30 denúncias de investidores da Dore. Os queixosos reclamam a devolução de 330 milhões de dólares de Hong Kong (cerca de 339 milhões de patacas), alegadamente aplicados na empresa de junkets.

 

Além de residentes de Macau, a PJ indica ainda que recebeu denúncias de cidadãos de Hong Kong e da China Continental.

 

Esta tarde, cerca de 40 pessoas participaram na entrega de uma petição no Gabinete de Ligação do Governo Central em Macau. Os investidores pediram apoio para recuperar o capital aplicado na empresa. Ontem, foi realizada uma acção idêntica na sede do Governo local.

 

O caso Dore rebentou no final da semana passada, depois de a empresa ter comunicado um roubo, por parte de uma antiga directora financeira. A notícia levou os investidores a reclamar a devolução do dinheiro investido.

 

Até agora, não há informação sobre o valor desviado. A única certeza é que a Dore continua a operar no casino Wynn, que, entretanto, já afastou qualquer responsabilidade no caso.