Em destaque

21 de Julho: às 12h30, aos balcões do BNU, 1 euro valia 9.4079 patacas e 1.1630 dólares norte-americanos.

Hoje, 23/07/2017

A Las Vegas Sands e a MGM estão entre as operadoras norte-americanas interessadas em expandir a actividade no Brasil, de acordo com o Las Vegas Review-Journal.

 

Segundo o jornal, a Sands, que, além de Las Vegas, opera em Macau e em Singapura, identificou o Brasil como tendo um elevado potencial para a indústria do jogo, sobretudo nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro.

 

O presidente da Sands, Sheldon Adelson, viajou recentemente até ao Brasil, onde teve encontros com o presidente Michel Temer e outros altos funcionários.

 

Após a visita, o líder do município do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse ao jornal O Globo que discutiu com Adelson potenciais investimentos na cidade em torno de oito mil milhões de dólares norte-americanos.

 

O Las Vegas Review-Journal, detido pela família de Adelson, dá ainda conta do interesse no mercado canarinho da Ceasers Entertainement e também da MGM Resorts International.

 

Jim Murren, o presidente e administrador executivo da MGM, que opera em Macau em parceria com Pansy Ho, fez também uma visita recente ao Brasil, nota o jornal.

 

Um porta-voz da empresa confirmou ao Las Vegas Review-Journal o interesse no país de 200 milhões de pessoas.

 

Todavia, a profunda crise política que o Brasil atravessa tem sido o grande entrave à aprovação dos projectos de lei que visam a legalização dos jogos de fortuna e azar, de acordo com a avaliação do Instituto Brasileiro Jogo Legal, uma organização não-governamental que defende a legalização do jogo.

 

Hugo Pinto

Hoje, 23/07/2017

As ligações marítimas entre Macau e Hong Kong foram retomadas a partir das 13:45, depois de, no território vizinho, ter sido içado o sinal 3 de tempestade tropical, substituíndo o sinal 8, que vigorou durante toda a manhã devido à passagem do tufão “Roke”.

 

Em Macau, continua içado desde ontem o sinal número 1 de tempestade tropical, o que deverá verificar-se “por mais algum tempo”, segundo os Serviços Meteorológicos e Geofísicos.

 

Devido à influência do tufão, toda a zona do estuário do Rio das Pérolas será afectada por chuvas intensas.

 

Hugo Pinto

 

Hoje, 23/07/2017

As ligações marítimas entre Macau e Hong Kong estão suspensas desde meio da manhã de hoje devido à aproximação do tufão “Roke”, que obrigou ao içar do sinal 8 de tempestade tropical no território vizinho.

 

De acordo com as informações publicadas pela Turbojet às 9:45 de hoje, as viagens entre Macau, Taipa e Hong Kong (Sheung Wan, Kowloon, Tuen Mun e o Aeroporto Internacional de Hong Kong) foram interrompidas, não havendo previsão, nesta altura, sobre quando poderão ser retomadas.

 

A empresa aconselha os passageiros a consultarem os anúncios divulgados na página electrónica da Turbojet antes de se dirigirem aos terminais marítimos.

 

Segundo o Observatório de Hong Kong, o tufão “Roke” perdeu força assim que atingiu o interior da província de Guangdong, pelo que será ponderado baixar o sinal de tempestade tropical para o número 3 antes das duas da tarde.

 

Em Macau, o sinal 1 de tempestade tropical está em vigor desde ontem. Os Serviços Meteorológicos e Geofísicos informam no seu portal da internet que, durante a tarde, será considerada a substituição pelo sinal 3.

 

A aproximação do tufão, até ao momento, não está a afectar os voos do Aeroporto Internacional de Macau.

 

Hugo Pinto